MIRITA NANDI

Tuesday, January 24, 2006

DOIS POEMÍNIMOS PARA ELE

SERVIDÃO

ele canta ao sol:
um beijo e me faz santa.

ele sussura na lua:
e morde minha carne nua
de puta (sua).

UBÍQUO

de noite ele é refém de todos os meus cheiros, dotes, lençóis.

de dia, sou eu perseguida por seu beijo bulindo na calcinha.

UM CONVITE:
Conheçam a minha comunidade para ele no Orkut:

21 Comments:

  • At 10:11 PM, Blogger Ademir Antônio Bacca said…

    Mirita,
    visitei teu blog e gostei muito.
    virei outras vezes, com certeza
    grande abraço

     
  • At 2:29 AM, Blogger terras de fora said…

    tudo muito lindo ! de seu marido/namorado e seu ! visitem meu blog http://terrasdefora.blogspot.com/ um gde abraço. leiam as poesias até o fim por favor...

     
  • At 6:39 AM, Anonymous miguel brito said…

    adorei o estilo! parabéns... voltarei com certeza! abraços.
    http://www.impulso.blogger.com.br/

     
  • At 1:22 AM, Blogger Benny Franklin said…

    Poemeto sacana; de encantar devassidão... Risos.

     
  • At 9:58 AM, Anonymous Marisa said…

    A sua poesia é forte, tem alma e também corpo. Impossível de ficar indiferente a ela. Se tiver um tempinho, dê uma passadinha no meu blog tbm. Saudações poéticas.

     
  • At 4:17 PM, Blogger Edson Kazuto Tagusagawa said…

    Forte esta poesia, né???

     
  • At 5:08 AM, Blogger Hugo: said…

    Olá, Mirita,
    descobri o seu blog no Guia do Luiz Alberto Machado. Sua poesia é muito forte, muito expressiva, me agrada. Se me permitir, eu ponho o link do seu blog no meu e assim dar sempre uma passadinha por aqui, ok ? um grande abraço!

     
  • At 7:23 PM, Blogger Gustavo said…

    This comment has been removed by the author.

     
  • At 7:24 PM, Blogger Gustavo said…

    ufa! até que enfim! como é difícil encontrar boa poesia! são ótimas! e você realmente é poeta!
    num mundo de concatenações, de jogos vazios...
    de tanta solenidade!
    invenções de regras ao léu...
    porque
    há que se iniciar toda poesia com um 'sou isso e fiz aquilo'... 'estive em londres'... 'trabalhei como advogado'????
    enquanto deveria dizer apenas:
    sou poeta
    e só!

    e é só!

     
  • At 9:09 PM, Anonymous herman ou niko (el tango) said…

    olá!
    muito bom seu blog!
    visite-nos também em
    www.poesiavertigem.blogspot.com
    comente e movimente...
    beijos e saúde!

     
  • At 10:24 AM, Blogger roberta cruz said…

    conheça meu bolg e faça seu comentario,seria bom trocar experiencias poeticas com vc

     
  • At 11:15 AM, Blogger Deka said…

    Adorei teus poemas. 'Servidão' é lindíssimo.
    Eu também escrevo assim, pequinininho.
    Bjs e sucesso
    Deka

     
  • At 12:40 PM, Blogger Miguel Barroso said…

    Intensa poesia!


    Abraços d´ASSIMETRIA DO PERFEITO

     
  • At 9:34 AM, Anonymous Nathália said…

    Sou antenada em poesia (não por acaso, trabalho como assistente editorial do poeta Ulisses Tavares, conhece?), visitei seu blog e gostei muito.

    Olha, se puder, dá um toque para seus blogueiros e amigos olharem o site que gerencio:

    www.ulissestavares.com.br

    Sempre tem poesia nova lá e os visitantes concorrem a um livro autografado toda semana.

    Sem burocracia e sem despesa alguma. Basta clicar no site, enviar um e-mail e concorrer.

    Grande beijo e continue no caminho da poesia que o mundo precisa disso,

     
  • At 5:44 AM, Blogger Juliano Sanches said…

    Olá tudo bem. Parabéns por ter um Blog com um estilo visionário. Há quem tire ouro do lodo. Há quem tire sensualismo do cotidiano. Quem diria hein... Não estamos em Terra de Cego, mas, às vezes, parece que só poucos enxergam em nosso chão. Poucos tem um olho. Olho que funciona, é claro. Precisamos descobrir esse nosso olho, pois, pelo contrário, estaremos unidos à multidão que se embarca eternamente na nau do conformismo. Desde já vou acompanhar o olho desse Blog. Bem pensado esse espaço. Nessa semana, no meu blog eu fiz uma poesia sobre as superações da vida, as pedras tiradas no caminho. Dê uma olhada.

    Meu nome é Juliano Sanches, sou jornalista, colaborador do Portal Sorocult (www.sorocult.com), do Portal Comunique-se (www.comunique-se.com.br), da revista on-line Guaruçá (www.ubaweb.com), e do Portal Mário Lincoln do Brasil (www.mhariolincoln.jor.br). Sou colunista do Jornalzen (www.jornalzen.com.br), de Campinas. Escrevo esporadicamente para o Jornal Correio Popular de Campinas (www.cpopular.com.br). Tenho um blog, chamado "Casa do Juliano Sanches". Trata-se de um espaço de reflexão sobre temas como qualidade de vida, natureza, ecologia, espiritualidade universalista, viagens, lugares do Brasil, experiências místicas, músicas de diferentes estilos, ruralismo, jornalismo, psicologia, peças de teatro, livros, autoconhecimento,
    autoajuda, autoafirmação, resistência cultural, vida em harmonia, paz, estudos, observações diárias, poesia, geração de visibilidade para as pessoas mais excluídas, culturas do povo e folclore. Comecei a fazer algumas experiências de coleta de informações. Durante os finais de semana, eu dedico uma parte do tempo à observação e ao acompanhamento dos coletores de lixo de Campinas. Já fiz amizade com alguns deles. Com as experiências, eu iniciei uma reflexão sobre a falta de visibilidade dos trabalhadores braçais. No blog Casa do Juliano Sanches (http://casadojulianosanches.blogspot.com/), eu também dediquei um espaço ao tema. O meu objetivo é verificar como são as relações sociais entre coletores de lixo e a população que anda pelas ruas de Campinas. Fiz algumas comparações entre carroceiros, profissionais de limpeza de banheiro, garis e margaridas. Pude perceber que são pessoas receptivas. Apesar de vivenciarem uma situação de anonimato, produzida pelos dispositivos da sociedade, eles aindam conseguem, mesmo que minimamente, manifestar suas visões a respeito das condições de sobrevivência nas cidades industrializadas. Fiz algumas fotos de dois dos garis que acompanhei. As imagens dos rostos deles fazem uma representação evidente das dificuldades vivenciadas pelas ruas, principalmente o cansaço e o abandono da sociedade.

    Visite minha Casa, quando puder.

    O endereço é:

    (http://casadojulianosanches.blogspot.com/).

    Um grande abraço.

     
  • At 8:18 AM, Anonymous Anonymous said…

    Bonjour, miritanandi.blogspot.com!
    [url=http://cialissexc.pun.pl/ ] cialis [/url] [url=http://viagraginc.pun.pl/ ] viagra online[/url] [url=http://cialispite.pun.pl/ ]Acheter du cialis online[/url] [url=http://viagravalo.pun.pl/ ]Achat viagra en ligne[/url] [url=http://cialisanta.pun.pl/ ]Acheter du cialis en ligne[/url] [url=http://viagrapeck.pun.pl/ ] viagra online[/url]

     
  • At 8:06 AM, Blogger Leonardo Melo said…

    Como vc consegue dizer tanto com tão poucas palavras?
    sensacional!
    visite tb o meu e me diz o que achas...
    http://www.insulisdilectio.blogspot.com/

     
  • At 4:43 PM, Blogger Poeta da Paulista said…

    belo blog!

    visite o meu site, se puder

    poetadapaulista.com.br

     
  • At 2:27 PM, Anonymous Anonymous said…

    http://site.ru - [url=http://site.ru]site[/url] site
    site

     
  • At 8:25 AM, Anonymous Anonymous said…

    Any time authorized, just how much is specifically wired for a financial institution account! net that provides affordable payday cash advances in only have to pay for big expenses although have whether it is public use or private. One worry that many brand-new applicants get is if they will be approved for the payday loan should they have bad credit. same day loans online All these offline techniques are fun in my experience, the reactions of people tend to be various and also wonderful to view.

     
  • At 2:05 AM, Blogger André Francisco Gil said…

    A servidão da carne/dotes de dezoito centímetros/canta nua jogada nos lençóis/dia de puta e de lua/sou ubíquo sou promíscuo sou ímpio/bem-dotado deitado no lençol/de dia sou sol/de noite sou nada/beijo a carne mijada da puta nua/sirvo para cantar o amor.

    À noite toda santa é perseguida/um beijo na refém e ela sussurra/todos bulindo a lua/um cheiro de calcinha/um grito de mordidas/um gemido de orgasmos/bulindo a calcinha um beijo na perseguida/a noite todos são reféns do cheiro/santa-lua,mordidas e sussurros.

     

Post a Comment

<< Home